As Bênçãos Nas Tribulações

As Bênçãos Nas Tribulações

 

Marcos 4:37

E levantando-se um grande temporal de vento, e subiam as ondas por cima do barco, de maneira que já se enchia.

 

 I – Alusão

 

            Após uma longa pregação, Jesus foi um pouco além do mar para descansar. Mas para provar a fé dos apóstolos, deixou que um forte temporal abatesse a embarcação a ponto de quase naufragar. Conquanto que aqueles homens de Deus, esqueceram-se que Jesus estava a bordo, e começaram a se agoniar, a ponto de perde o auto controle.

            Dessa forma, a principal narração desse evento é mostrar que Jesus está conosco em meio à alegria e o sofrimento.

            Deus planta o carvalho nas regiões mais turbulentas das florestas; exatamente nos locais aonde as torrentes das  águas são mais fortes. Isso serve para tornar as fibras do carvalho rígidas, fincando  árvores de maior resistência na mata.

            Assim, Deus tem colocado aqueles que ele ama no meio das maiores provas para que os mesmos amadureçam e recebam cargos de confiança; a prova desse fato é que Ele não foi imperativo até na prova do calvário; local que Jesus sofreu muito para nos libertar.

 

Salmo 22:1

 Deus meu, Deus meu, por que me desamparastes? Por que te alonga das palavras do meu bramido, e não me auxilia.

 

Marcos 15:34

E a hora nona, Jesus exclamou com grande voz, dizendo: Eloi, Eloi, lama sabactami? Que traduzido, é: Deus meu, Deus meu, por que me desamparastes?

 

            No Salmo 22:1 e em Marcos 15:34; encontramos passagens que narram os últimos momentos de Jesus na cruz do calvário, clamando a Deus diante de tanta dor e humilhação. Passando um múltiplo sofrimento para nos justificar e conduzir-nos para a eternidade.

            Aprendemos a seguinte lição: “Por mais sofrida e vergonhosa que seja a nossa dor; não se pode compara  com o sofrimento de Jesus.” Especialmente porque Ele é Justo e Santo, e jamais conheceu o pecado.

 

·         O sofrimento abranda o coração;

·        Na dor amadurecemos para vida;

·         A noite pode ser escura, mas nela encontramos o brilho das estrelas;

·         Enfim, na tribulação encontramos o verdadeiro valor da nossa existência.

 

             O Salmista em um momento austero de sua vida, em que ele pensava que iria se acabar diante dos seus inimigos, clamou a Deus e do Trono da Graça veio a sua exposta.

 

Salmo 140:1

Livra-me Senhor dos homens maus; guarda-me do homem violento.

 

            Deus não é um ser perverso para abrir chagas no homem com o propósito de faze-nos sofrer; pelo contrario.  Ele nos adverte do pecado e as conseqüências drásticas que podem ser ocasionadas.

            Durante as vinte e quatro horas do dia o Senhor tem velado pela humanidade; mais  lamentavelmente a maioria das pessoas não tem dado credito ao  livramento  divinal, o que ocasiona transtornos em todas as áreas.

 

Atos dos Apóstolos 27:7-8

7 – E como por muitos dias navegamos vagarosamente, havendo chegado apenas de fronte a Cnido, não por permitido o vento ir mais adiante, navegamos abaixo de Creta, junto de Salmone.

8 – E costeando dificilmente, chagamos a um lugar chamado Bons Portos.

 

            Nesse evento, encontramos o Apostolo Paulo passando uma grande dificuldade naquela viagem, com tempestades e tormentas vindas do mar. Entretanto o que nos chama a atenção é que no meio de tantas dificuldades, ele encontrou um lugar chamado Bons Portos para descansar.

 

            O Senhor sempre chega em nossas vidas nos momentos em que achamos que tudo está perdido; quando os amigos nos negam e o dinheiro não tem mais valor.

            O fim da força humana é o começo do poder de Deus.

 

 

            “Quem sabe aonde quer chegar, sempre escolhe o caminho certo”.

 

Jesus te ama.

 

 

Presbítero Robson Colaço de Lucena

 

 

 

Visite o site: http://missaoamerica.googlepages.com

Faça donwloard de Pregação e Musicas em mp3 no site: http://missaomp3.googlepages.com

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: