Casamento Com a Lei

Casamento Com a Lei

 

Romanos 7:1-6

1 – Ou ignorais, irmãos (pois falo aos que conhecem a lei), que a lei tem domínio sobre o homem por todo o tempo que ele vive?

2 – Porque a mulher casada está ligada pela lei a seu marido enquanto ele viver; mas, se ele morrer, ela está livre da lei do marido.

3 – De sorte que, enquanto viver o marido, será chamada adúltera, se for de outro homem; mas, se ele morrer, ela está livre da lei, e assim não será adúltera se for de outro marido.

4 – Assim também vós, meus irmãos, fostes mortos quanto à lei mediante o corpo de Cristo, para pertencerdes a outro, àquele que ressurgiu dentre os mortos a fim de que demos fruto para Deus.

5 – Pois, quando estávamos na carne, as paixões dos pecados, suscitadas pela lei, operavam em nossos membros para darem fruto para a morte.

6 – Mas agora fomos libertos da lei, havendo morrido para aquilo em que estávamos retidos, para servirmos em novidade de espírito, e não na velhice da letra.

 

Sintetizando

            O Apostolo Paulo, fez uma menção do relacionamento com a Lei (Antigo Testamento), a qual estávamos casados (Feito uma aliança), e tínhamos a obrigação de andarmos em fidelidade a ela. Embora a mesma não desse condição de cumpri-la. Caso alguém fosse infiel conjugalmente, era morto por apedrejamento.

            Entretanto a Lei narrava que caso morresse um dos cônjuges, o outro estaria livre para contrair novas núpcias.

 

            Mas no Novo Testamento encontramos como a coroa da Lei, isso porque Ele cumpriu todo o que está escrito no Velho Testamento.

 

 

Romanos 13:10

O amor não faz mal ao próximo. De modo que o amor é o cumprimento da lei.

 

João 3:16

Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.

 

            Sendo Jesus a lei, Ele absorveu todas as nossas culpas e iniqüidades, conforme o Livro do profeta Isaias:

 

Isaias 53:1-9

1 – Quem deu crédito à nossa pregação? e a quem se manifestou o braço do Senhor?

2 – Pois foi crescendo como renovo perante ele, e como raiz que sai duma terra seca; não tinha formosura nem beleza; e quando olhávamos para ele, nenhuma beleza víamos, para que o desejássemos.

3 – Era desprezado, e rejeitado dos homens; homem de dores, e experimentado nos sofrimentos; e, como um de quem os homens escondiam o rosto, era desprezado, e não fizemos dele caso algum.

4 – Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e carregou com as nossas dores; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido.

5 – Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e esmagado por causa das nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados.

6 – Todos nós andávamos desgarrados como ovelhas, cada um se desviava pelo seu caminho; mas o Senhor fez cair sobre ele a iniqüidade de todos nós.

7 – Ele foi oprimido e afligido, mas não abriu a boca; como um cordeiro que é levado ao matadouro, e como a ovelha que é muda perante os seus tosquiadores, assim ele não abriu a boca.

8 – Pela opressão e pelo juízo foi arrebatado; e quem dentre os da sua geração considerou que ele fora cortado da terra dos viventes, ferido por causa da transgressão do meu povo?

9 – E deram-lhe a sepultura com os ímpios, e com o rico na sua morte, embora nunca tivesse cometido injustiça, nem houvesse engano na sua boca.

 

            Embora Jesus nunca tenha praticado nenhum pecado, Ele ocupou o nosso lugar na cruz para que a nossa sentença fosse cumprida, restando para os crentes apenas a fidelidade diante de Deus.

 

            Quanto o decálogo (Lei dos dez mandamentos), foi entregue aos antigos, nenhum deles consegui passar. Mas quando Jesus cumpriu todas as ordenanças o céu ficou livre para aqueles que verdadeiramente amam a Cristo e andam e novidade de vida.

 

Êxodo 20:1 a 17

 

1 – Então falou Deus todas estas palavras, dizendo:

2 – Eu sou o Senhor teu Deus, que te tirei da terra do Egito, da casa da servidão.

3 – Não terás outros deuses diante de mim.

4 – Não farás para ti imagem esculpida, nem figura alguma do que há em cima no céu, nem em baixo na terra, nem nas águas debaixo da terra.

5 – Não te encurvarás diante delas, nem as servirás; porque eu, o Senhor teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a iniqüidade dos pais nos filhos até a terceira e quarta geração daqueles que me odeiam.

6 – E uso de misericórdia com milhares dos que me amam e guardam os meus mandamentos.

7 – Não tomarás o nome do Senhor teu Deus em vão; porque o Senhor não terá por inocente aquele que tomar o seu nome em vão.

8 – Lembra-te do dia do sábado, para o santificar.

9 – Seis dias trabalharás, e farás todo o teu trabalho;

10 – Mas o sétimo dia é o sábado do Senhor teu Deus. Nesse dia não farás trabalho algum, nem tu, nem teu filho, nem tua filha, nem o teu servo, nem a tua serva, nem o teu animal, nem o estrangeiro que está dentro das tuas portas.

11 – Porque em seis dias fez o Senhor o céu e a terra, o mar e tudo o que neles há, e ao sétimo dia descansou; por isso o Senhor abençoou o dia do sábado, e o santificou.

12 – Honra a teu pai e a tua mãe, para que se prolonguem os teus dias na terra que o Senhor teu Deus te dá.

13 – Não matarás.

14 – Não adulterarás.

15 – Não furtarás.

16 – Não dirás falso testemunho contra o teu próximo.

17 – Não cobiçarás a casa do teu próximo, não cobiçarás a mulher do teu próximo, nem o seu servo, nem a sua serva, nem o seu boi, nem o seu jumento, nem coisa alguma do teu próximo.

 

 

            A Lei era apenas o preceptor para vinda de Cristo. Tudo se resumia a apenas uma punição; Morte de Cruz. Hoje espiritualmente nos podemos nos casar com Jesus Cristo e vencer a pecaminosidade que permeava em nosso corpo, motivo pelo qual nenhum homem cumpriu a lei. Conquanto que Jesus Cristo foi o único.

 

 

            As religiões estão por esse mundo a fora prefigurada na lei dos sacrifícios sem fim, especialmente a religião oficial do Brasil, que é comparada com um termômetro clinico.

·         Um termômetro pode registrar a febre. Mas não a cura.

·         Um sismógrafo pode registrar um terremoto. Entretanto não pode evitá-lo.

 

             Assim acontece na religião oficial do Brasil, que pode mostrar o pecado, mas não tem como justificá-lo. Porém aos que aceitam a Jesus como único salvador da sua alma, Ele pode registrar o pecado e conseqüentemente justificar através do seu sacrifício propiciatório.

            Para todos os infiéis o Senhor da sempre uma nova oportunidade, salientando que essa oportunidade acontece em vida, e nunca depois da morte.

 

Hebreus 9:27

27 – E, como aos homens está ordenado morrerem uma só vez, vindo depois o juízo.

28 – Assim também Cristo, oferecendo-se uma só vez para levar os pecados de muitos, aparecerá segunda vez, sem pecado, aos que o esperam para salvação.

 

            Finalizando a nossa pequena meditação, chama a sua atenção no Livro de Apocalipse, quando o Senhor faz menção de um grande evento que acontecerá na eternidade.

 

Apocalipse 22:17

E o Espírito e a noiva dizem: Vem. E quem ouve, diga: Vem. E quem tem sede, venha; e quem quiser, receba de graça a água da vida.

 

Jesus te ama.

 

 

Presbítero Robson Colaço de Lucena

 

 

 

Visite o site: http://missaoamerica.googlepages.com

Faça donwloard de Pregação e Musicas em mp3 no site: http://missaomp3.googlepages.com

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: