Fogo, Ar e Água.

Fogo, Ar e Água.

 

Salmo 148-8

Fogo e saraiva neve e vapores, vento tempestuoso que excutam a sua Palavra.

 

Introdução

 

            Existem três elementos na natureza que estão ligados a Palavra de Deus desde a eternidade, os quais não sabemos como o Senhor os criou.

            São eles:

·         O fogo;

·         O Ar;

·         A Água.

 

           Sendo também usado na teologia com total expressão de linguagem Bíblica apresentando a Trindade Santa, que é um mistério para a humanidade. Salientando que no Livro de Deuteronômio 29:29, cita o seguinte:

 

Deuteronômio 29:29

As coisas encobertas são para o Senhor nosso Deus, porém as reveladas são para nós e para os nossos filhos para sempre, para cumprirmos todas as palavras desta lei.

 

            Entendemos que não devemos trilhar por onde não é permitido pelo nosso Criador; porém dentro de alguns versículos Bíblicos veremos um pouco sobre a tipologia desses três elementos.

 

Salmo 148:8

·         Fogo e saraiva – Simboliza Deus;

·         Neve vento e vapor – Simboliza Jesus Cristo;

·         Vento e Ar – Simbolizam o Espírito Santo

 

 

I – Fogo – Primeira Pessoa da Santíssima Trindade – Deus

 

 

            O Fogo fala da grande força e poder de corrigir falhas na natureza e purificar:

 

a)      Fogo Santo – Êxodo 3:2 – Moisés via um fogo no meio da sarça e percebeu também que ela não se consumia. Era Deus que iria falar com ele.

Dessa forma o Senhor tem se apresentado para muitos para falar em meio ao fogo da vida, e muitos não percebem. O fogo celeste não faz mal aos santos, e sim purifica sem matar.

b)      Fogo que queima – Hebreus 12:29 – Porque Deus é um fogo consumidor. Lembrando que o Livro da Gênesis capitulo 19, Deus ordenou aos seus anjos que fosse posto fogo nas cidades de Sodoma, Gomorra e outras; não houve bombeiro que apagasse. Há muitos em nosso mundo que falam: Deus é amor. Sim Ele é amor, mas sendo justo jamais compactuará com o pecado; fazendo-se assim, como um fogo consumidor.

c)      Fogo que consome – I Aos Coríntios 3:12-15 – Fala sobre o dia que Deus queimará as nossas obras para saber se foi boas ou ruins. Sendo falsas, as obras se queimarão como feno, palha e madeira. Com muito volume e sem valor. No casa das obras serem boas, se identificar como ouro, prata e etc. Geralmente as pessoas dizem terem feito algo na vida secular, até trabalham na obra do Senhor. Mas na hora de provar o verdadeiro valor muitas serão como buchas que só tem volume.

Popularmente existe uma crença que o óleo acaba com a ferrugem; isso não é verdade. O óleo cobre a ferrugem, basta olhar para um estaleiro onde são colocados alguns navios para se fazer reforma que veremos o mecânico com o maçarico (ferramenta que libera fogo), e martelo, batendo e derretendo as crostas de ferrugens. Assim o fogo de Deus prova as nossas obras.

d)      Fogo que amolece – Atos 2:37 – Fala do momento em que o Apostolo Pedro prega para os Judeus dizendo que eles foram responsáveis pela morte de Jesus Cristo. De maneira que naquele momento aquele grupo arrependeu-se derretendo os seus corações diante do Senhor, e disseram: “Quer faremos?”.

Deus é o único ser capaz de penetrar no coração do homem e quebrantá-lo.

 

             Existem três tipos de fogo:

 

·         Fogo de Deus – Espiritual do céu

·         Fogo material – Natural, (Combustível+comburente+combustão)

·         Fogo do inferno – Também espiritual para punir aos desobedientes a Jesus Cristo; é impossível calcular a sua temperatura humanamente se falando.

 

 

II – Água – Segunda Pessoa da Trindade – Jesus Cristo

 

            A Água fala da vida; onde existe água há alegria, crescimento, reprodução e etc. Dois terço da terra são compostos de água, o que poderíamos chamar o nosso planeta de Água ao invés de terra.

            Jesus Cristo foi expressivo no seu ministério quando em diversas passagens operou por meio no mar, nos rios e perto das praias.

           

a)      Água que da alegria – João 4:14 – Disse Jesus: Mas aquele que beber da água que Eu lhe der nunca terá sede, porque a água que Eu lhe der se fará nele uma fonte d’água que salte para vida eterna.

O senhor se referia à água espiritual que é a Sua Palavra, mostrando para os que têm o desejo de purificar a sua vida através da Bíblia, com toda certeza haveria uma mudança divina, gerando uma alegria que o mortal não tem como explicar.

b)      Água no Templo – Ezequiel 47:1-10 – Faz menção de uma casa que fica no oriente e as portas pra o ocidente. O profeta entrou e viu que sais água dos umbrais da casa da parte direita que fica pra o sul.

Passou a casa e foi para o oriente e foi-lhe dado um cordel para medir mil côvados (450 metros), em que as águas davam nos artelhos; mediu mais côvados (já chegava aos 900 metros), e as águas dava nos lombos; por fim mais mil côvados (completou 1.350 metros), a águas eram profundas e Ezequiel teve que nadar.

Nesta tipologia encontramos o Templo com muita água que representa Jesus Cristo, e à medida que nos aprofundamos com Ele recebemos muitas bênçãos, começando superficialmente e se nos entregamos passamos a receber a profundeza dos seus mistérios. O apostolo Paulo escrevendo em I Aos Coríntios 2:9, citou o seguinte: Mas como está escrito, as coisas que o olho não viu, e os ouvidos não ouviu, e não subiram ao coração do homem, é o que Deus tem preparado para os que amam.

No Antigo Testamento encontramos outra citação simbólica que se refere a Jesus Cristo, em Êxodo 17:6, fala de uma rocha que fluía água no deserto, matando a sede dos Israelitas.

c)      Terminando a seqüência sobre água, no Livro de Apocalipse 22:17 cita: O Espírito e a esposa dizem: Vem. E quem ouve, diga vem. E quem tem sede, venha; e quem quiser tomar de graça da água da vida.

 

III – O Ar – Terceira Pessoa da Trindade – Espírito Santo

 

            Conhecido como refrigério o vento está em toda parte; três quartos da vida do nosso planeta dependem do Ar para respirar e se alimentar. A melhor forma para se saber o valor do Ar e ficar em um hospital internado com asfixia, pagando-se por metros cúbicos de oxigênio consumido. E nesse momento que começamos a entender que Deus nos dar Ar de graça e nunca agrademos ou valorizamos.

            Enquanto o corpo biológico precisa de Ar para viver, o espiritual tem necessidade de Ar (que é o Espírito Santo), para continuar crescendo diante do Senhor.

            Encontramos outro exemplo de espiritualidade, desta vez referindo à obra do Espírito Santo.

 

a)      Ezequiel 37-9-10 – E Deus me disse: Profetisa ao espírito, profetiza ó filho do homem, e dize ao espírito: Assim diz o Senhor Jeová: Vem dos quatro ventos, ó espírito, e assopra sobre estes mortos pra que vivam.

E profetizei como Ele me deu ordem, então  o espírito entrou neles, e viveram, e se puseram em pé, um grande exercito em extremo.

Estamos diante uma profecia que se diria ao povo de Israel que estavam dispersos. Mas o seu cumprimento foi no  dia 14 de maio de 1948, com a coordenação de um brasileiro, Osvaldo Aranha, na sede da ONU (Organização das Nações Unidas), onde Israel tornou-se nação novamente e passou a viver livre.

Quero a ação dos quatro ventos (Significa – Os quatro Evangelhos), sobre a face da terra.

 

b)      O Ar gera vida aonde quer – Na época de Jesus, existia um homem chamado Nicodemos que era um dos principais da sinagoga; ele conhecia as leis, tradições e outras ciências. Entretanto precisava ter conhecer a Palavra de Deus, através do Espírito Santo. E em um momento de muitas duvidas de Nicodemos, Jesus citou em João 3:8 – O vento sopra onde quer, e ouve a sua voz, mas não sabe de onde vem, nem para onde vai; assim é todo aquele nascido do Espírito.

Nesse momento o Senhor se referia que assim como o homem não pode entender a origem e nem o fim do vento; assim são aqueles nascidos no Espírito Santo, que a sua vontade está completamente entregue a Jesus que toma a direção do mortal conduzindo-o há dias melhores.

c)      O vento de Pentecostes – Literalmente o ministério do Espírito Santo aconteceu após a ascensão de Jesus ao céu. De forma que Ele veio cumprir o último ministério no mundo.

Atos dos Apóstolos 2:1-2 – E cumprindo-se o dia de Pentecostes, estavam todos reunidos no mesmo lugar;

E de repente veio do céu como um som, como de um vento veemente e impetuoso, e se encheu toda a casa em que estavam assentados.

 

 

Epilogo

 

               A linguagem da Bíblia e acessível a todo ser humano, mas devemos pedir inspiração a Deus para que possamos aprender todos os Seus ensinamentos e melhorarmos o nosso relacionamento com Jesus Cristo.

            Leia a Palavra de Deus todos os dias que certamente terás grandes proveitos no século presente e por fim a vida eterna.

 

 

Jesus te ama

 

Presbítero Robson Colaço de Lucena

Webmaster Alisson Alves de Lucena

 

 

Visite o site: http://missaoamerica.googlepages.com

Faça donwloard de Pregação e Musicas em mp3 no site: http://missaomp3.googlepages.com

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: