Pesca Maravilhosa

Pesca Maravilhosa

 

 

 MATEUS 13:47-48

47 – Igualmente o reino dos céus é semelhante a uma rede lançada ao mar que apanha toda a qualidade de peixes.

48 – E, estando, cheia, a puxam para praia; e assentando-se apanham para os cestos os bons; os ruins, porém, lança, fora.

 

             Peixe na bíblia geralmente representa os cristãos. Sabendo que nos tempos dos primórdios, eles se destacavam por esses sinais, os quais colocavam nas cavernas,  árvores, e casas, como um símbolo do cristianismo. Relatando que os pagãos também usam como amuletos para dar sorte, o que provocava a ira de Deus.

 

            Na Bíblia encontramos dois tipos de peixes:

01)  Os limpos

02)  E os impuros

 

 LEVITICO -11:9-10

09 – Isto comereis de tudo que há nas águas: tudo que tem barbatanas e escamas nas águas, nos mares e nos rios, aquilo comereis.

10 – Mas tudo que não tem barbatanas nem tem escamas, nos mares e nos rios, todo réptil das águas, e toda a alma vivente que há nas águas, estes serão para vós abominação.

 

LEVITICO 11:10

 Mas todos os que não tem barbatanas nem escamas não comereis.

 

            No sentido literal a Bíblia mostra que no Antigo Testamento (Lei), havia dois tipos de peixes. Um puro, que poderia ser consumido; e outro impuro, que não deveria se consumido.

            Conquanto que na tipologia Bíblia (Tipo/figura/metáfora), tomamos o exemplo do peixe e aplicamos aos serem humanos. De forma que existem dois tipos de pessoas; uma que foi resgatada pelo sangue de Jesus (puras), e outra que não querem ser resgatadas por Jesus (as impuras).

 

            Como o nosso tema aborda uma pesca espiritual, encontramos na Palavra de Deus, métodos antigos para pescaria que hoje ainda são usados.

a)      As redes

b)      Os covos de vime

c)      Os anzóis

 

            Não iremos enfatizar todos. Mas relatando a respeito dos anzóis, veremos uma forma que Deus aplica para trazer aquele a quem ama. Embora muitas vezes esses sejam rebeldes.

 

ISAIAS 37:29

 Por causa do teu furor contra mim, e porque a tua arrogância subiu até os meus ouvidos, portanto porei o meu anzol no teu nariz e o meu freio na tua boca, e te farei voltar pelo caminho por onde vieste.

 

             Mostra para os arrogantes que o Senhor é soberano e cumpre todos os propósitos do seu coração. Vaticina  também um texto que cita; “Quem não vem pelo amor, Vem pela dor”.

            Isso é: “Quem não vem na sua rede macia, vem no anzol”.

 

            Existem diversos tipos de pescadores na face da terra, para todos os métodos e espécies variadas.

            Entretanto irei fazer menção de um que de destaca diante de Deus. São os pescadores de almas; homens que dedicam sua vida pela causa do Evangelho de Jesus.

 

MATEUS 4:18-19

18 – E Jesus, andando ao longo do mar da Galiléia, viu dois irmãos-Simão, chamado Pedro, e seu irmão André, os quais lançavam a rede ao mar, porque eram pescadores.

19 – Disse-lhes: Vinde após mim, e eu vos farei pescadores de homens.

 

            Passagem que narra quando Jesus Cristo começou o seu ministério, e convocava os seus primeiros apóstolos. E nesse momento o Senhor foi expressivo quando dizia que faria deles, pescadores de almas (homens), para o seu Reino.

 

            Relatarei um fato acontecido com dois pescadores. Um crente, e o outro incrédulo.

 

            Em certa oportunidade, o pescador crente perguntou ao seu companheiro, qual era o peixe mais difícil de pescar?

            O incrédulo lhe respondeu: O barbo!

            Por sua vez o crente voltou a perguntar: “Porque”?

            O não crente respondeu: Porque ele volta rápido demais.

            Então o pescador crente falou: “Não seja barbo”.

 

            Outro fato interessante a respeito de pescaria, é que existe uma espécie de peixe que não serve para nada. É o baiacu.

            O mesmo ao ser fisgado parece ser grande em virtude do peso que vai aumentando no nylon da vara de pescar.

            Mas não é o tamanho real dele, e sim o fato do peixe barbo inchar como um balão cheio de ar; parece muito com um sapo cururu. Esse peixe não é comestível.

                              

            Da mesma forma acontece com muitas pessoas que dizem ter Deus, até conotam serem cheias do Espírito Santo. Porém quando vamos ver o seu conteúdo espiritual, elas estão vazias.

 

            No que se trata da verdadeira pesca, é bem conhecido que os peixes grandes e saborosos estão nas partes mais profundas dos oceanos. Da mesma sorte funciona na vida espiritual; de forma que os verdadeiros peixes do Senhor se encontra em uma vida de profunda reflexão e oração.

               

            Aprove a Deus que você também seja um escolhido das águas profundas do Espírito Santo, para que não fique fora do plano eterno que o Senhor preparou para aqueles que o ama.

 

 

Jesus te ama.

 

Presbítero Robson Colaço de Lucena

Webmaster Alisson Alves de Lucena

 

Visite o site: http://missaoamerica.googlepages.com

Faça donwloard de Pregação e Musicas em mp3 no site: http://missaomp3.googlepages.com

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: