Quatro Substantivos Femininos Teológico

Quatro Substantivos Femininos Teológico

 

Na Sagrada Escritura existe diversos substantivos que são capazes de escrever grandes teses. Mas em um pequeno espaço irei relatar apenas quatro substantivos femininos.

 

Ø  Alma

Ø  Luz

Ø  Igreja

Ø  Eternidade

             O número quatro também está profundamente ligado a vinda na, pois lemos acerca dos “quatro ventos”, Marcos 13:27; Apocalipse 7:1, “os quatro cantos da terra”, Apocalipse 7:1; 20:8; “os quatro confins da terra Isaías 11:12.

             Não só isso, mas até mesmo em nossas conversas comuns, muitas vezes falamos das quatro estações, as quatro direções, os quatro elementos (quer dizer, terra, ar, fogo e água) que no passado se cria constituíam toda a matéria. E muitos outros tais empregos do número quatro que o associam com a terra. Assim, quatro é associado com universalidade e abrangência. Deus narra os quatro juízos sobre Israel em Ezequiel 14:21, que eram abrangentes e universais sobre todo o Israel. Os quatro Evangelhos, Mateus, Lucas, Marcos e João.

 

 

 Alusão

 

 

Ø  I – Alma

 

Alma é um termo que deriva do latim Ănima, este refere-se ao princípio que dá movimento ao que é vivo, o que é animado ou o que faz mover. De Ănima, derivam diversas palavras tais como: animal (em latim, animalia), animador

 

            Todo ser que vive, tem a sua alma. Mas se tratando da criatura humana, ele recebeu a mais preciosa de todas, a qual pensa, age e tem sentimentos. Mas Deus faz uma grande requisição para o homem.

 

Ezequiel 18:4

Eis que todas as almas são minhas, como a alma do pai, também a alma do filho é minha. A alma que pecar, esta morrerá.

 

            Mostra que temos uma essência diferente das outras criaturas na terra. Sabendo que somos imagem e a semelhança de Deus.

 

Gênesis 1:26

E disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança; domine ele sobre os peixes do mar, sobre as aves do céu, sobre os animais domésticos, e sobre toda a terra, e sobre todo réptil que se arrasta sobre a terra.

 

            Mas um dia Eva e Adão pecaram e rompeu a aliança com Deus, de forma que o mau tomou a o mundo e provocando grande dor para o homem. Conquanto que o Senhor na sua divina misericórdia, enviou o seu Filho amado para resgatar os pecadores.

 

João 3:16

Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.

 

            Na fauna e flora é necessário que chova periodicamente para que continue o ciclo vital da natureza. Mas na cruz do calvário, Jesus jorrou uma única vez o seu precioso sangue para que todas as almas matassem a sede de eternidade ao lado do Pai Celestial. Esse Sangue puro e precioso semeou uma semente de renovação nos corações férteis que são fortificados no Sol da Justiça.

            No Evangelho de Lucas 12:15ss, narra sobre um fazendeiro que possuía muitos bens; e naquele ano a sua terra produziu com abundancia. E em um momento de soberba o fazendeiro citou o seguinte:

 

Lucas 12:18-19

18 – Disse então: Farei isto: derribarei os meus celeiros e edificarei outros maiores, e ali recolherei todos os meus cereais e os meus bens;

19 – e direi à minha alma: Alma, tens em depósito muitos bens para muitos anos; descansa, come, bebe, regala-te.

 

              E Deus repreendeu a loucura daquela pobre alma que tinha o coração preso ao mundo material.

 

Lucas 12:20-21

20 – Mas Deus lhe disse: Insensato, esta noite te pedirão a tua alma; e o que tens preparado, para quem será?

21 – Assim é aquele que para si ajunta tesouros, e não é rico para com Deus.

 

            Assim atua o homem sem Deus, não dando ouvidos a Bíblia Sagrada, e recebendo como recompensa apenas a eternidade longe do gozo celestial e de Jesus Cristo.

 

Ø  II – LUZ

 

            Tão importante e o fenômeno conhecido como luz, que Deus ao criar a vida sobre a terra, de inicio cuidou em ativá-la.

 

Gênesis 1:3

Disse Deus: haja luz. E houve luz.

 

            Tudo isso para que o homem não vivesse em trevas. Do Antigo ao Novo Testamento existem varias citações que narra o verdadeiro valor da luz.

               A luz na forma como a conhecemos é uma gama de comprimentos de onda a que o olho humano é sensível. Trata-se de uma radiação electromagnética pulsante ou num sentido mais geral, qualquer radiação electromagnética que se situa entre as radiações infravermelhas e as radiações ultravioletas. As três grandezas físicas básicas da luz (e de toda a radiação electromagnética) são: brilho (ou amplitude), cor (ou frequência), e polarização (ou ângulo de vibração). Devido à dualidade onda-partícula, a luz exibe simultaneamente propriedades de ondas e partículas.

 

            Em meio à luz natural, quero fazer citação da Palavra de Deus, que é a principal luz que ilumina os homens desejosos do Reino dos Céus. Ainda que alguém traga a cegueira biológica do ventre materno, haverá um dia que os adoradores de Deus verão uma luz verdadeira e espiritual.

            Começa com Palavra de Deus, e tem o ápice na Cidade Santa, em que Jesus os salvos estão se alegrando.

 

Salmo 119:105

Lapada para os meus pés, é a tua Palavra, luz para o meu caminho.

 

            Entendemos que a Palavra de Deus é Luz.

 

Mateus 5:14-15-16

14 – Vós sois a luz do mundo. Não se pode esconder uma cidade situada sobre um monte;

15 – nem os que acendem uma candeia a colocam debaixo do alqueire, mas no velador, e assim ilumina a todos que estão na casa.

16 – Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras, e glorifiquem a vosso Pai, que está nos céus.

 

            Não é necessário que o sol brilhe sete vezes mais, para que exista luminosidade na terra; basta sermos luz.

            Podemos até pegar o que o poeta citou: “O pavio dar muitas horas de luz, sem ser consumido. Não é o pavio que dar a luz, mas o azeite”. Entendemos que não temos luz no nosso ser, mas somos alimentados pelo azeite do Espírito Santo.

 

            Brilhar sempre custa alguma  coisa; a luz só brilha a custa daquilo que a produz.

            A vela não produz se não for acesa; de forma que a gloria do amanhã tem a sua raiz no sofrimento presente. Normalmente queremos a gloria da cruz (Jesus), mas não aceitamos o brilho com a queima das nossas ações carnais. Antes da coroação vem a crucificação.

 

            Toda a dor e sofrimento da vida presente, não pode se comparar ao que Jesus Cristo passou no calvário, para depois ser coroado como Rei e Salvador da humanidade. Sabendo que Ela sendo o Filho de Deus, não precisava passar pela a humilhação da cruz. Entretanto, Cristo ficou em nosso lugar para dar testemunho do verdadeiro amor.

III – IGREJA

 

            Igreja (grego εκκλησια ekklesia e latim ecclesia: “Eclésia”). Esta palavra de origem grega foi a escolhida pelos autores da Septuaginta (a tradução grega da Bíblia Hebraica) para traduzir o termo hebraico q(e)hal Yahveh, usado entre os judeus para designar a assembléia geral do “povo do deserto”, reunida ao apelo de Moisés.

            Temos grandes ministérios e sociedades no mundo, como: exercito, marinha e aeronáutica, Ministério da Fazenda, Justiça e etc. Por mais poderosos que sejam, um dia passarão.

            Quando se refere à Igreja de Cristo, encontramos um grupo seleto de salvos que além dos privilégios dos dias atuais, na eternidade estarão ao lado de Jesus Cristo.

 

           

I Aos Coríntios 14:33

Porque Deus não é Deus de confusão, senão de paz, com toas as Igrejas.

           

            As Igrejas que o apostolo Paulo se refere, são as que genuinamente pregam e vivem  o Evangelho do Nosso Senhor Jesus Cristo, como: Os Congregacionais, Batistas, Prebierianos, Assembleianos  e etc. Os santos que narra o versículo são os salvos em Jesus, não as imagens de esculturas presas nas paredes com nichos.

 

            A Igreja foi originada:

Ø  No coração de Deus;

Ø  Comprada como precioso Sangue de Jesus;

Ø  E ensinada pelo Espírito Santo.

 

 

            Lembrando que existem três tipos de povos na Bíblia, vindo da quarta Aliança (Abraão):

Ø  Ismael * Carnal)

Ø   Israel * Espiritual e carnal

Ø  Igreja * Espiritual

 

 

           No Livro do Apocalipse, encontramos as almas que na Igreja sofreram na terra:

 

Apocalipse 6:9

Quando abriu o quinto selo, vi debaixo do altar as almas dos que tinham sido mortos por causa da palavra de Deus e por causa do testemunho que deram.

 

            Esse versículo nos lembra um grande testemunho da Missionária Elizabete Elliot, que foi martirizada no Equador pelos índios Aúcas, no ano de 1956.

            Disse ela: Nós fomos criadas para sermos mulheres. O fato de sermos mulheres não nos faz um cristão diferente. Mas o fato de sermos cristão, nos faz mulher diferente.

            Eu aceito o que Deus tinha em mente para mim, quando Ele me criou mulher. Minha vida inteira seja uma oferta a Ele.

            Tudo o que sou, é tudo que El quer que eu seja.

 

            Assim é a Igreja de Cristo; o fato de sermos a verdadeira de Jesus, nos faz diferente.        Nós somos o que Deus tem em mente.

            Devemos ser grato ao Senhor pela sua misericórdia, e escolha que um dia foi determinado pela vontade Divina.

 

 

IV – Eternidade

 

            Eternidade é um conceito filosófico que se refere no sentido comum ao tempo infinito; ou ainda algo que não pode ser medido pelo tempo, porquanto transcende o tempo. Se entendermos o tempo como duração com alterações, sucessão de momentos, a Eternidade é uma duração sem alterações ou sucessões.

 

Um pregador em certa homilia comparou a eternidade da seguinte foram: A eternidade é semelhante a uma pequena rã que pega a água do oceano atlântico na sua boa e leva ao oceano pacifico, até secar o atlântico???

 

             Paralelo ao mundo material, existe o mundo espiritual; mas muitos vivem como se essa esfera fosse uma mentira. Um dia iremos à presença de Deus para darmos conta de todas as nossas obras. Aqueles que foram fieis a Jesus Cristo, passarão a eternidade ao lado da Santíssima Trindade e dos anjos.

            Entretanto, aqueles que andaram na prática do pecado, receberão uma eternidade de dor ao lado dos anjos decaídos.

            Mas o nosso objetivo é que todos recebam o amor de Deus o que Ele tem nos entregado desde o principio da criação humana.

 

João 3:16

Porque Deus amou o mundo de tal maneira, que deu o seu Filho unigênito para todos o que Nele Crê não pereça, mas tenha a vida eterna.

 

            As plantas começam flexíveis e terminam árduas; quanto os homens começam duros e terminam flexíveis. A vida passa rápido, que o ser humano aceite essa realidade ou não.

 

I Pedro 5:10

E o Deus de toda a graça, que em Cristo vos chamou à sua eterna glória, depois de haverdes sofrido por um pouco, ele mesmo vos há de aperfeiçoar, confirmar e fortalecer.

            A eternidade é uma realidade que iremos enfrentá-la, de maneira que devemos deixar que Cristo transforme a nossa índole pecaminosa para que um novo ser brote em nossos corações.

 

Jesus te ama

  

Presbítero Robson Colaço de Lucena

Webmaster Alisson Alves de Lucena 

 

Visite o site: http://missaoamerica.googlepages.com

Faça donwloard de Pregação e Musicas em mp3 no site: http://missaomp3.googlepages.com

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: